Meu coração está de luto

Posted in História by

No último sábado dia 08/04 fui acordada por uma notícia que me dilacerou por dentro, minha cunhada ligava através do Messenger do Facebook informando que meu irmão caçula havia sido esfaqueado em uma tentativa de assalto, fiquei preocupada, olhei as passagens para o Brasil, a mais próxima disponível eu só chegaria depois de 1 dia e meio, pensei, não preciso ir, não há nada que eu possa fazer lá, e não havia mesmo.
Meu irmão estava passando por uma cirurgia de 3 horas, esperei por notícias, não desgrudei do celular.
Até que na madrugada de segunda-feira fui acordada com um calafrio, não conseguia mais dormir, peguei o celular fui para sala e preparei um chá de camomila, talvez depois dele eu conseguisse voltar a dormir, era uma premonição que eu precisaria daquele chá, assim que pus o líquido na xícara minha irmã liga, estamos indo ao hospital parece que ele não resistiu. Nunca senti uma dor tão grande e profunda , lágrimas jorravam dos meus olhos sem que eu pudesse controlar.
Como assim? Eu perdi meu irmãozinho? Meu caçula que lutou tanto para viver quando nasceu? Passou 2 meses na incubadora, chegou em casa precisando de cuidados especiais
Meu irmão não resistiu ao ferimento físico a faca em seu estômago e eu não suportava a dor da facada metafórica em meu coração.
Na segunda-feira o Facebook ficou lotado de depoimentos de amigos que também não acreditavam no que acontecera.
A cada depoimento, a cada mensagem emocionada, a cada foto que eu o via feliz, alegre com o sorrisão famoso, eu chorava, e chorava, porque era muito injusto.
Hoje eu os leio novamente, e as lágrimas me vem mas agora elas me dizem o quanto meu irmão fez bem na Terra.
Ajudou pessoas, aconselhou, foi amigo, acalentou, usou aquele abraço de urso para encher e compartilhar seu carinho.

Ele não resistiu – essa palavra ecoa em minha mente até hoje, acredito que para sempre.

E eu chorei, chorei, chorei, ainda choro.
Choro por não poder mais lhe dar um bom dia, por não ver mais seus Stories no Instagram falando: “Preguiça! Mais uma segunda-feira, Vamos lá para mais um dia” ou então mostrando o companheirismo dos seus gatos ou a felicidade em ver seus cachos crescendo, bonitos hidratados até parece que ele já sabia que ia virar um anjo moreno de barba e cabelos enrolados.
Choro porque ele queria ser um designer gráfico melhor a cada dia.
Choro porque ele queria montar um super computador e a menos de duas semanas ele compartilhava ” feliz, que ansiedade” ele comprara a placa do super computador, a placa que chegará hoje e ele nunca vai poder ver, nunca vai poder montar seu computador.
Choro porque ele queria fazer Enem, queria cursar design gráfico, ser profissional, ter grandes oportunidades.
Choro porque ele não vai estar do outro lado da tela no dia do meu aniversário, nem no natal, nem no ano novo.
Choro porque vejo o quanto ele era amado.
Meu irmão tinha 23 anos, completados a um pouco mais de um mês, ele tinha sonhos, projetos e tantas conquistas, os bandidos não levaram seus pertences, deixaram lá, tiraram apenas a vida do meu irmão e seus sonhos.
Tiraram nossos aniversários, ano novo, natais, páscoas e todos os planos que tínhamos.
Tiraram de uma família o direito do abraço de urso e do sorriso aberto, pois tinham a certeza da impunidade.
Hoje eu sei que meu irmão está em paz, ele encontrou a luz, porque alguém tão querido que foi capaz de fazer tanto bem não ficaria muito tempo aqui.

Em seu Post de despedida de mim no Brasil ele escrevera: “aproveitando os últimos momentos (por enquanto) com minha melhor amiga, companheira, irmã amada….Me leva. Se eu pudesse tinha colocado na mala e trazido junto comigo.”

Esse era meu irmão e em seu Post se despedindo de mim no Brasil, parecia estar tendo uma premonição.

“Vai na luz, vou continuar sua existência na minha existência”

11 de abril de 2017
Previous Post Next Post

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.